Tudo em excesso é veneno, até o computador

A gente sabe que tudo em excesso é veneno. Hoje em dia nossa vida passa diante dos olhos pela TV, computadores e aparelhos eletrônicos, mas ficar muito tempo em frente a eles é bom para a visão? Certamente que não. O tempo excessivo de exposição dos olhos pode causar vários danos. E a coisa complica bastante pra quem trabalha na frente de um monitor, pois, de acordo com um estudo do National Institute of Occupational Health and Safety (NIOSH), 90% dos trabalhadores que passam mais de três horas por dia diante da tela do computador acaba tendo algum problema de visão. Workaholics de plantão precisam de atenção redobrada.

Especialistas enumeraram várias dicas pra você não forçar a barra e cuidar dos olhos da melhor maneira possível. Olha só.

- Nunca posicione seu computador diante de uma janela. O excesso de luz na direção dos olhos favorecerá a visão dupla;

- Evite utilizar o computador em ambiente de baixa luminosidade. O contraste com a luz emitida pelo monitor é altamente prejudicial à visão;

- Dê preferência a um ambiente de trabalho arejado e bem-iluminado. A opção por lâmpadas incandescentes é mais saudável;

- Procure estabelecer pausas de cinco minutos a cada hora de trabalho para piscar bastante. Essa medida favorece a lubrificação dos olhos, evitando a síndrome do olho seco e irritações;

- Depois do almoço, feche os olhos por quinze minutos para descansar a visão e equilibrar o estado emocional. Isso deve se tornar uma rotina, principalmente para quem enfrenta longas jornadas de trabalho diante do monitor;

- Garanta uma boa hidratação do corpo e, sempre que necessário, pingue lágrimas artificiais para lubrificar o globo ocular;

- Não se acostume com os problemas de visão que vão surgindo com o tempo. Até os 40 anos, é importante fazer um check-up completo da visão de três em três anos. Depois dos 40 anos os exames passam a ser anuais.

Cuidados com o clima seco

A baixa umidade do ar e o aumento da poluição causam ressecamento das lágrimas, que protegem e lubrificam os olhos. Com isso, é comum o aparecimento de doenças como a conjuntivite e sindrome do olho seco.

A Síndrome do Olho Seco é um termo usado para descrever um grupo de diferentes doenças e condições que resultam da umidade e lubrificação inadequada do olho. A falta de umidade e lubrificação faz com que a quantidade de lágrima nos olhos diminua. É comum atingir usuários de lentes de contato , idosos, mulheres e principalmente quem usa o computador por muito tempo. Evite ficar muito tempo em salas com arcondicionado. O ideal é dar uma pausa de 5 minutos em cada hora exposta ao arcondionado.

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, membrana que recobre a pálpebra e a esclera, parte branca do olho. Ocorre com mais frequência em crianças que estão com o sistema imunológico em desenvolvimento e idosos. A mais comum, a viral, é altamente contagiosa. Como prevenção à conjuntivite, o melhor é lavar frequentemente as mãos, evitar locais fechados, não compartilhar objetos pessoais como maquiagem, fronhas, toalhas e colírios, e não levar as mãos aos olhos.

Os principais sintomas das doenças desta época de seca são olhos vermelhos e coceira, mas para cada problema é indicado um tratamento diferente. Para prevenir complicações, a recomendação é sempre procurar um oftalmologista ao primeiro sinal de desconforto.

Os perigos dos Raios UV

O sol é o grande responsável pela vida em nosso planeta, mas seus raios também podem ser perigosos para a saúde de nossos olhos, se não tomarmos os devidos cuidados. O principal perigo é a radiação ultravioleta (UV), raios invisíveis da energia solar.

Mais de 99% da radiação UV que atinge nossos olhos, são absorvidas pelas estruturas anteriores dos olhos e, parte dessa radiação, alcança ainda a retina. A exposição prolongada aos raios UV-A e UV-B podem causar danos a seus olhos e sua visão.

Os efeitos da radiação UV são cumulativos. Quanto mais seus olhos se expõem aos raios UV, maiores serão os riscos com o passar dos anos. Aconselhamos o uso de óculos escuros de boa qualidade e que ofereçam proteção adequada a seus olhos, não apenas durante o verão, e sim durante todo o ano.

Fique de olhos. A exposição é maior na praia, piscina e montanhas. Também evite ficar sem proteção entre os horários de 10h e 14h.

Só use óculos de qualidade. Venha até a Aliança de Ouro e encontre o melhor que combine com seu rosto e proteja sua visão.

Transitions, ajudando seus olhos a melhor se ambientar a cada momento

Você sabia que os olhos são 60% mais sensíveis que a pele e que quando exposto ao sol, recebem 30% a mais de luz do que necessitam? Atentando a isso, as lentes Transitions ativam sua função de transição de acordo com a quantidade de raios UV e não de luminosidade. Esses raios provenientes do sol, prejudicam a visão. Conforto visual e proteção fazem com que 90% dos usuários sintam-se satisfeitos com as lentes e coloquem o Brasil como o terceiro país que mais usa Transitions no mundo.

As lentes Transitions seguem evoluindo para oferecer o máximo em conforto, conveniência e proteção UV.
Confira o video abaixo e veja o melhor da vida com Transitions Optical.

Seja gentil com os seus olhos. Use lentes Transitions.
Na Aliança de Ouro você encontra as lentes Transitions. Dê uma passadinha em uma de nossas lojas e confira!!!

Dica de Saúde da Aliança de Ouro

O glaucoma é uma doença causada pela lesão do NERVO ÓPTICO relacionada a alta pressão ocular. Temos dois tipos de glaucoma: crônico ou agudo. Quando crônico é caracterizado pela perda da VISÃO PERIFÉRICA (visão que permite perceber objetos ao nosso redor), por conta  da lesão das fibras dos nervos que se originam na RETINA e formam o nervo óptico.

O principal fator relacionado a esta lesão é a alta pressão interna do olho, porém existem outros fatores ainda em estudo. Quando agudo, se dá porque a pressão interna do olho torna-se absurdamente alta e causa perda súbita e grave da visão.

O glaucoma raramente apresenta sintomas. Os sinais da doença só vão surgir nos glaucomas agudos, quando o paciente sofre fortes DORES DE CABEÇA,
FOTOFOBIA, enjôo e DOR OCULAR intensa.

De acordo com as estatísticas, 1% a 2% da população acima de 40 anos é portadora de algum tipo de glaucoma. Filhos de glaucomatosos, pessoas com
glaucoma, precisam verificar com mais freqüência sua pressão intraocular. E cuidado, certos MEDICAMENTOS podem provocar o aumento da pressão
intraocular.

Não vacile, cuide da sua visão. Dê uma passada no nosso site e veja nosso Mix de óculos. Temos os melhores modelos com a qualidade das melhores marcas.